Transformando a maldição em Bênção (Pregação – Ricardo Alexandre – Cenáculo Livres de Toda Maldição)

0

“Vede: proponho-vos hoje bênção ou maldição. Bênção, se obedecerdes aos mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos prescrevo. Maldição, se não obedecerdes aos mandamentos do Senhor, vosso Deus, e vos apartardes do caminho que hoje vos mostro, para seguirdes deuses estranhos que não conheceis. Quando o Senhor, vosso Deus, te tiver introduzido na terra que vais possuir, pronunciarás a bênção sobre o monte Garizin, a maldição sobre o monte Ebal. (Dt 11, 26-28)

Quando falamos em bênção ou maldição, estamos falando também em obediência e desobediência. Bênção é resultado, efeito da minha obediência a Deus. A maldição é resultado, efeito da minha desobediência a Deus.

Podemos afirmar que uma maldição é uma ação do maligno sobre uma vida, pessoas, famílias, casais e jovens. É o efeito de uma ação sobre uma situação. Ela pode está presente em coisas e até mesmo em lugares. Essas maldições podem acarretar muitos males como sofrimento, desgraças, contaminações espirituais, podendo ser hereditária, vinda dos nossos antepassados, como também por palavras ditas contra as nossas vidasou por nós mesmos. […]

A raiz de todo esse mal é a desobediência, através disso, muitos outros casos denominados de maldições foram ressurgindo pelo o fato do homem ter falhado com Deus.

“Mas não comas do fruto da árvore da ciência do bem e do mal; porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente.” (Gênesis 2,17) Essa  foi uma palavra de ordem que foi desobedecida, o pecado não consistia em comer do fruto, mas em desobedecer, o que até hoje sofremos por trazermos as consequências desse pecado.

Quando proferimos palavras malditas, os espíritos malignos reivindicam essas palavras para si, fazendo por onde todas se concretizarem. Devemos nos ver como milagres vivos do Senhor, independente de qual seja a maldição que se faz presente em nossas vidas, precisamos fazer com que delas, enxerguemos a grandeza do Deus que põe em fuga tudo o que é ruim e lança fora das nossas vidas. […]

A maldição sem causa não prospera, por isso é que a partir de hoje devemos assumir o compromisso diante de todo e qualquer mal, de colocar Jesus para afastar tudo de nós, pois, estaremos transformando todo e qualquer mal em bênção, não devemos ficar frustrados ou com medo , devemos firmar nossos olhos no Senhor e confiar a ele tudo que o somos.

A bênção que o Senhor tem para nós, vai muito mais além de qualquer mal lançado, sejam eles de contaminações, pragas, palavras malditas proferidas por nós mesmos.

Essa graça é enraizada nos nossos corações pelo o Espírito Santo de Deus que nos foi dado.

Ricardo Alexandre

Cenáculo Livres de Toda Maldição

25.07.15

Transcrita por Victor Almeida

Compartilhe.

Deixe seu comentário