Cristo nos Livros da Maldição (Pregação de Ricardo Alexandre – Cenáculo Livres de Toda Maldição)

0

 

Sabemos que Cristo nos libertou de toda maldição, mas o caminho mais seguro é viver diariamente em comunhão com a Palavra de Deus.

Há três formas das maldições entrarem em nossas vidas: quando dos erros hereditários; as maldades que os outros nos querem fazer e quando queremos que elas entrem. A nossa vida é fruto de nossas escolhas, a nossa vida será abençoada ou não, diante daquilo que escolhemos, nossa vida precisa sempre ser vivida com Deus, que quer nos ensinar a viver no mundo e não ser do mundo.

Entre a tentação e o pecado existe algo que se chama livre arbítrio, satanás não tem poder de fazer você pecar. Entre a tentação e o pecado somos livres para vivermos o que escolhemos, somos frutos de nossas escolhas, isso é responsabilidade espiritual.

Pecado é quando eu erro o alvo da minha vida, eu peco quando eu sou aquilo que não fui criado pra ser. Deus é amor, perdão e nós somos imagem e semelhança de Deus.

A nossa mente é como se fosse uma rua que por ela passa de tudo, mas a tentação só vira pecado se você quiser.  Só vai entrar na sua casa quem tiver permissão. Sim, as tentações são vencidas pelo poder de Cristo e assim o pecado não existirá. Só entra no seu coração e gera atitude aquilo que você consentir.

É preciso consagrar os seus  sentidos, e  tudo que  vive a Deus. A nossa vida consciente ou inconsciente precisa ser preenchida da Palavra de Deus. Para combater a tentação de satanás é preciso a leitura bíblica, para vencer as tentações e ter uma vida regrada de vitórias e sermos livres das maldições, também.

Quando derramamos os nossos corações diariamente na Palavra de Deus, nós daremos frutos e teremos lindas folhas que não irão secar. Quer ter uma vida livre de toda maldição?  Traga sempre no teu coração o manual das benções de Deus, que é a sua Sagrada Escritura, que nunca pode nos abandonar, medite-a dia e noite. A recompensa é prosperar e ser bem sucedido, ou seja, ter uma vida abençoada livre de toda maldição.

 

Pregação: Ricardo Alexandre

Transcrita por: Katiuscia Meira

Compartilhe.

Deixe seu comentário