A alegria de caminhar juntos – Pregação de Pe Dalmário (Cenaculo para Casais – 2015)

0

 

 

Existem 3 estados de vida nos quais o amor se faz aliança: o matrimônio, o sacerdócio e o celibato.

O verdadeiro amor reclama alguém a amar. Quem ama não ama estaticamente ou de maneira banalizada. Isso é narcisismo. Narciso não sabia amar outra pessoa a não ser ele mesmo. […]

Nos dias atuais muitos vivem o mito de Narciso e Eco. O amor sempre reclama o outro, mas se está tão prisioneiro no orgulho e na soberba que não quer dar o braço a torcer.

Todo amor reclama alguém, deseja alguém. Um amor que não se faz aliança, é o amor de Eco, vaidoso, ou o amor de Narciso.

Todo verdadeiro amor se faz aliança, mas para chegar ao amor, é necessário que antes, meditemos sobre a primeira vocação do homem: a vida. O primeiro chamado da natureza humana é a vida. É necessário refletir se, se existe ou se vive. Vivemos em um mundo em que muitos existem e poucos vivem.[…]

A fonte da felicidade, o sentido da vida, não está em satisfazer as necessidades básicas da existência e quantas vezes essas necessidades substituem os valores e os sentidos maiores para a vida de um casal e uma família.

Amor Narciso e de Eco existe, mas não é um amor em plenitude, é um amor sem sentido, um amor para a satisfação própria, sem ser amado por ninguém e sem amar a ninguém.

O Deus que criou Adão e Eva a sua imagem e semelhança é um Deus de Amor e esse amor se realiza em dinâmica. Um Pai que eternamente ama o Filho e um Filho que transborda de amor no Pai e esse amor em pessoa é o Espírito Santo.[…]

 

Pe Dalmário Melo

Cenáculo para Casais

Transcrita por: Leandra farias

Compartilhe.

Deixe seu comentário